Alopecia cicatricial: perda de cabelo pode ser irreversível

A alopecia cicatricial, similarmente conhecida tal como alopecia de cicatriz, é uma condição na qual os folículos capilares são substituídos pelo tecido cicatricial. Felizmente, a cicatriz jamais acontece no grau externo da pele, porém sob o couro cabeludo. Isto alivia a dor da desfiguração, no entanto se a enfermidade é grave, ela pode tornar o couro cabeludo liso e brilhoso.

Nessa condição, as células imunes do organismo atacam a pele e os folículos capilares, do mesmo jeito que doenças autoimunes. Este transtorno pode lembrar a alopecia não-cicatricial com suas placas de perda que constantemente se espalham e crescem. Como a alopecia cicatricial é complicado de ser diagnosticada, é preciso buscar por uma especialista médico nessa área. No entanto, vamos analisar como os médicos examinam os distintos aspectos desta aflição:

Começo da enfermidade:

Tal como o a maior parte das doenças, a alopecia cicatricial expressa distintivamente diversos estágios de progresso nos quais a pele muda adequadamente, durante o tempo que outros aspectos do problema são capazes de impactar o corpo inteiro. Então, a competência de um dermatologista é essencial a fim de um diagnóstico correto e o fornecimento de certo prognóstico destinado a o cliente.

Artigos relacionados


vencendo-a-calvice
Clique aqui para ver o Vídeo ←

Histórico familiar:

Na maior parte das vezes há uma ligação genética para a condição. Caso certo membro da família a tenha desenvolvido a doença, é perfeitamente possível que outra parente também venha o ter a mesma condição.

A pele frequentemente se torna apagada, dura e rígida, ao inverso de uma pele saudável com brilho e textura. Em poucos casos, o paciente pode apresentar pele úmida. Outros indivíduos contem pele seca, áspera, normal ou fina. Contudo e fácil entender o porquê dessa condição necessitar de uma especialista certificado a fim do diagnóstico e tratamento. Para tornar a questão ainda mais complexa, a pele em volta da área atingida pode estar perfeitamente saudável.

Na alopecia cicatricial, os folículos capilares são destruídos e substituídos pelo tecido cicatricial. No entanto, especialistas classificaram a condição de duas formas: primária e secundária. Na alopecia cicatricial primária, a enfermidade impacta de modo direto no folículo capilar. Na secundária, os folículos são desafiados indiretamente tal como tendo como exemplo no dano proveniente da radioatividade por outra forma na lesão física do couro cabeludo, tal como a queimadura.

Uma biópsia do couro cabeludo é essencial para determinar se a condição. Determinar precisamente o tipo de queda pode ser difícil. Por causa disso é bastante importante lembrar que no momento em que se vive vestígios de queda de cabelo anormal, é essencial consultar um profissional.


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.