Dominio: saudenocorpo.com
Chave: 551eaec2ada22cab6158c5b90561a1f4a1415d7a
Hora do cache: 1480808842
Vida do cache: 1482104838
Status: 1
Mensagem: Licença válida
Chave do Pedido: 06edfff39384f069d6b8da8be1ebde6bffc7fa85
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top

Aromaterapia com Essências e óleos

Atualmente, a indústria de fármacos cresce e avança cada vez mais, acompanhando os avanços da medicina. No entanto, cada vez mais pessoas se conscientizam dos efeitos colaterais de remédios industrializados, efeitos que podem incluir vício e cirrose medicamentosa. Atentas a isso tratamentos alternativos, como aromaterapia, crescem cada vez mais quando falamos do tratamento de condições leves presentes nos dias de hoje, como a ansiedade. A grande vantagem da aromaterapia está em seu método integrado. Não é somente o que está no plano físico que é tratado. Corpo, mente e espírito formam uma tríade que deve ser tratada por inteiro.

História da Aromaterapia

A aromaterapia é um ciência do ramo da filoterapia, estudos de plantas medicinais na aplicação de cura doenças. Os primeiros registros de aplicação da fitoterapia datam de 3.000 anos a.c., na China e na Índia. No Ocidente, os primeiros registros de uso da aromaterapia são de Atenas – ervas usadas no combate de pragas – e em Roma, na qual os soldados tomavam banhos aromáticos para se fortalecerem.

Aromaterapia

No mundo moderno, acreditasse que a aromaterapia foi trazida ao Ocidente durantes as cruzadas. No entanto, foi somente no século XIX que cientistas começaram a desvendar a estrutura química de plantas e descobrir propriedades antibacterianas das mesmas. Depois de cair no esquecimento e já no século XX, a aromaterapia começou a ser empregada com grande sucesso no tratamento de soldados feridos em guerra, em hospitais psiquiátricos e em procedimentos e produtos estéticos.

Usos da Aromaterapia

Dito de maneira simples, a aromaterapia é um tratamento baseado no efeito que óleos e essências de plantas aromáticas podem causar no corpo, mente e espírito do indivíduo. Das plantas aromáticas são extraído óleos essenciais extremamente puros, cuja propriedades medicinais variam de acordo com as substâncias químicas dos mesmos. Claro que o uso do óleo de determinada planta vai depender do que se objetiva tratar. Por isso, quando o tratamento é realizado com profissionais preparados e altamente capacitados, antes do início do tratamento é feita uma avaliação física e psicológica da pessoa.

Os óleos podem ser aplicados de inúmeras maneiras. Os métodos mais comuns de aplicação incluem massagem sobre a pele, águas de banho e inalação. No primeiro, a aplicação costuma contar com um carreador compatível com a pele para que a absorção seja mais rápida e eficaz. Este tipo de aplicação é geralmente empregado para tratar dores em pontos específicos do corpo. As águas de banho são mais indicadas para tratar problemas relacionados ao psicológico e ao emocional, enquanto que a inalação age diretamente sobre o sistema nervoso, indicando aos neurônios o que eles devem fazer.

Como já dito, a grande vantagem da aromaterapia é o fato de não causar nenhum efeito colateral. Atualmente, a aromaterapia é empregada não só como tratamento auxiliar de problemas relacionados à saúde: há uma série de outras situações em que o uso deste tipo de tratamento pode ser útil, como trazer maior alegria à vida, esquentar a relação a dois, enfrentar momentos difíceis, auxiliar a ter mais firmeza nas decisões, etc.

Recomendados Para Você:

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.