Candidíase: o que é? Causas Prevenção e Tratamento

A candidíase é uma doença que é causada por um fungo, ela constantemente afeta os órgãos genitais, a garganta, corrente sanguínea e em alguns casos a boca.

Neste artigo vamos tentar explicar um pouco de cada uma delas, e como se prevenir, quais são os sintomas, causar, medicamentos, prevenção e o que fazer para continuar se mantendo saudável.

A candidíase é uma doença que ataca na maioria das vezes as mulheres e existem certos tratamentos e algumas prevenções, basta frequentar regularmente o seu ginecologista e saber como são as formas de tratamento.

O período de latência da doença acontece por cerca de 5 dias e a transmissão ocorre enquanto os sintomas estiverem durando. Alguns desses sintomas podem ser identificados na hora da urina, por isso é importante estar atenta.

É importante dizer que a candidíase não é uma DST, pois o que causa a doença são os fungos presentes no próprio organismo, mas ela pode ser transmitida para o parceiro por meio da relação sexual sem preservativo. Existem dois tipos de candidíase, a ocasional e a repetitiva.

Candidíase Ocasional

É muito comum e o tratamento é muito fácil também, ela ocorre de forma isolada e em situação em que o fungo está proliferando na vagina. O tratamento dura em cerca de uma semana, mais ou menos, ao perceber os sintomas é só procurar o ginecologista.

Candidíase de Repetição

Essa é um pouco diferente da outra e se manifesta de maneira frequente e pode até causar problemas mais sérios no organismo.

O tratamento dura cerca de 6 meses, apesar de curar, ela se repete novamente e por isso é importante procurar um imunologista para identificar as causas frequentes da candidíase.

Veja aqui algumas formas de tratamento, causas, medicamentos e sintomas da Candidíase!

Causas da Candidíase

A candidíase vaginal vem do fungo candida albicans, esse fungo existe em pequenas quantidades dentro do organismo femininos e ele vive para a ajudar o equilíbrio da flora vaginal.

Agora, existem vários outros fatores que fazem com que o desequilíbrio do organismo aconteça, portanto esses fatores externos levam o fungo da Cândida Albicans a reproduzir os efeito nocivos e causando os sintomas da doença.

Como todos sabem, a região vaginal feminina é extremamente quente e úmida, isso faz com que o fungo consiga se propagar e proliferar dentro da vagina. Portanto, ela não pode ser considerada uma DST já que o fungo vive dentro do próprio organismo.

Quais os fatores que podem causar a Candidíase?

Existem alguns fatores que podem aumentar o risco do fungo, portanto é importante saber cada um deles e se prevenir sempre para que exista o mínimo de crise possível. Veja aqui alguns fatores que aumenta o risco dos fungos:

  • Uso de antibióticos.
  • Aumento dos níveis de estrogênio ( como no caso da gravidez).
  • Consumo excessivo de doces e carboidratos em geral.
  • Sexo sem proteção.
  • Locais e roupas úmidas.
  • Dormir mal ou pouco.
  • Ingestão errada e não suficiente de vitaminas e minerais.
  • Alto nível de estresse.
  • Gripes fortes.
  • Uso de drogas.

Quais são os sintomas da Candidíase?

  • Coceira em toda a região vaginal.
  • Dor e vermelhidão na área da vagina.
  • Corrimento vaginal branco (parece um pouco com queijo cottage).
  • Dor durante a relação sexual.
  • Ardência na hora de urinar.

Candidíase

No caso de você apresentar coceira, dor e vermelhidão na área genital, procure logo um ginecologista. Algumas vezes os sintomas não estão aliado um ao outro,  pode-se ter correira, mas sem o corrimento vaginal.

O diagnóstico da doença acontece de acordo com o histórico do paciente, mas também existe o exame físico, ele colhe algumas amostras do corrimento para analisar.

Se a doença acontecer de forma constante, o médico com certeza vai pedir um exame mais detalhado, pois pode ser uma candidiase repetitiva e precisa-se estar mais atento a isso.

Prevenção

Os casos de candidíase podem ser evitados, veja aqui as formas de prevenção:

  • Mantendo a pele limpa e seca,
  • Utilizando antibióticos apenas com orientação médica,
  • Seguindo um estilo de vida saudável, incluindo alimentação adequada.
  • Pessoas com diabetes devem tentar manter o açúcar no sangue sob controle.
  • HIV ou outra doença que favorece a proliferação da candidíase.
  • O uso contínuo de drogas antifúngicas pode ajudar a minimizar crises.
  • Preferir roupas com tecidos de algodão
  • Evitar peças justas.
  • Evitar o uso contínuo de absorbentes internos.
  • Usar camisinha.

Como tratar a candidíase?

O tratamento normalmente é feito através de pomadas antifúngica ou com medicamentos de uso oral. Se o caso ficar sendo recorrente, o médico vai ter que recomendar um outro tipo de tratamento.

Agora, além de tomar as medicações é importante que alguns hábitos sejam diferentes, inclusive mudanças na alimentação, na vestimenta, fazer sexo com camisinha.

Quais são os melhores medicamento para o tratamento da Candidíase?

  • Canditrat
  • Clindamin-C
  • Clocef
  • Colpatria
  • Colpistatin
  • Daktarin
  • Fentizol
  • Flogo Rosa
  • Fluconazol
  • Nistatina (creme)
  • Nistatina (solução)
  • Nitrato de Miconazol (creme vaginal)

Mas é importante dizer que somente o médico, ginecologista ou clínico geral que podem receitar o melhor remédio para o tratamento da candidíase. Portanto, quando sentir os sintomas, procure um médico.

Outra dica importante é nunca se automedicar, pois isso pode trazer sérios problemas, até mesmo o agravamento da doença.

Que cuidados ter durante e após todo o tratamento da Candidíase?

  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas
  • Não fumar
  • Manter-se sempre hidratado
  • Evitar relações sexuais durante a fase inicial do tratamento
  • Usar preservativo em todas as relações sexuais.
  • Evitar alimentos ricos em açúcares e gordura
  • Usar cuecas de algodão largas para ajudar a manter a pele e o pênis seco e fresco
  • Evitar roupas quentes, apertadas e molhadas.
  • Usar o medicamento pelo tempo necessário definido pelo médico, pois o tratamento incompleto pode gerar a Candidíase recorrente.

Complicações que a Candidíase pode trazer

Quando a candidíase não é tratada corretamente, ela pode se tornar uma doença persistente e se repetir em intervalos bem maiores de tempo.

Existem casos que ela podem causar uma baixa no sistema imunológico e atingir os órgãos, causando várias complicações nos rins, pulmões e pode levar a óbito.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

3 Comentários

  1. Suelen disse:

    Esse site é top. Muito conteúdo de qualidade. Espero que sempre continue postando algo de valor..topppp

    • Corpo e Saude disse:

      Olá Suelen.
      Que bom que nosso conteúdo é útil para você.
      Fique a vontade para voltar sempre que quiser, se quiser você pode colaborar com artigos também.
      Até…

  2. Excelente dicas sobre a candidíase, estava procurando maiores informações e foi aqui no seu blog que encontrei, muito obrigada pelas dicas, vou começar a colocar em prática para começar o meu tratamento.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.