Dominio: saudenocorpo.com
Chave: 551eaec2ada22cab6158c5b90561a1f4a1415d7a
Hora do cache: 1480808842
Vida do cache: 1482104838
Status: 1
Mensagem: Licença válida
Chave do Pedido: 06edfff39384f069d6b8da8be1ebde6bffc7fa85
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top

Como ocorre o transplante capilar?

Passou o tempo, e além dos cabelos brancos, você viu alguns fios irem embora? E aquela vasta cabeleira da juventude se tornou um ralo aglomerado de fios. Mas será que vale a pena fazer um implante capilar? Já pensou nisso? Bom, aqui vamos desvendar todos os mistérios dessa intervenção cirúrgica, e aí você poderá decidir o que é melhor para o seu caso de Calvície.

Além da prevenção e dos tratamentos para manter os cabelos na cabeça, hoje muitos homens optam pelo implante capilar, mas será que é o caso de apelar para um procedimento cirúrgico?

Bom, antes de qualquer decisão, é bom consultar um dermatologista para saber se você não poderia tentar outra estratégia ou para decidir se o implante é realmente viável para você, afinal você ainda precisa ter pelo menos metade da cabeleira original, e deve estar saudável.

Como ocorre o transplante capilar?

O transplante capilar envolve remover uma parte do couro cabeludo do paciente e transferi-lo para outra área da cabeça. Para isso, o paciente recebe apenas anestesia local e sedativo. O procedimento leva, em média, quatro horas e, às vezes, são necessárias várias sessões.

Em geral, a região de onde se retira uma faixa do couro cabeludo está localizada na parte de trás da cabeça. Essa porção de pele retirada contém os folículos capilares, que são implantados, um a um, onde se deseja que o cabelo cresça novamente.

Depois de 15 dias, o cabelo implantado irá cair, mas não se assuste, três meses depois novos fios irão surgir. Um resultado final satisfatório só é conseguido depois de seis meses.

O pós-operatório

A alta médica é dada no mesmo dia. E 24 horas depois já é possível retirar a bandagem e lavar o cabelo com um xampu manipulado. Além disso, pede-se para que o paciente durma com a cabeça elevada por três dias e tenha cuidado com sol, piscina, mar e exercícios físicos.

Mas quais são os riscos?

Como qualquer procedimento cirúrgico, o transplante capilar também apresenta riscos, como infecção, hemorragia e problemas de cicatrização. Além disso, o cabelo novo poderá ter uma aparência não muito natural.

Os pacientes também podem sofrer de foliculite, uma inflamação nos folículos capilares, que pode melhorar com antibióticos e compressas.

Mas ainda tem outra questão com que se preocupar. Há o risco também de que o cabelo transplantado não vingue, e aí o investimento vai por água abaixo.

Então, antes de pensar na cirurgia, faça todos os exames necessários recomendados pelo seu médico e pense que o investimento será de R$ 10 a 25 mil. Talvez seja o caso de assumir uma careca lustrosa e deixar os cabelos para lá.

Recomendados Para Você:

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.