Dominio: saudenocorpo.com
Chave: 551eaec2ada22cab6158c5b90561a1f4a1415d7a
Hora do cache: 1479512799
Vida do cache: 1480808799
Status: 1
Mensagem: Licença válida
Chave do Pedido: 06edfff39384f069d6b8da8be1ebde6bffc7fa85
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top

Cuidado Com Os Aditivos Alimentares!

O que é consumido se torna fator decisivo para o bem-estar, para manter uma vida saudável e também para auxiliar a perda de peso. Os aditivos alimentares, presentes em alimentos e bebidas, podem gerar preocupação por parte dos consumidores, no que diz respeito a causarem algum mal à saúde e ao processo de perda de peso.

Alguns estudos já comprovaram que os aditivos são causadores de um grande número de doenças e também de perturbações alimentares, afetando também a perda de peso. Para entender melhor o que são os aditivos, eles são componentes químicos usados pela indústria de alimentos com objetivos como o aumento da conservação do produto e a melhora do sabor. Os aditivos podem ser naturais ou sintéticos. Alguns exemplos de aditivos alimentares que causam problemas de saúde se consumidos em excesso estão listados a seguir:

O Ácido Acético (cirrose hepática e descalcificação dos ossos); Ácido Benzoico, Polissorbatos e Umectantes (alergias e distúrbios gastrintestinais); Ácido Fosfórico (cálculo na bexiga); Aromatizantes (alergia, crescimento retardado e câncer); BHT e BHA (tóxico para os rins e para o fígado); Corantes (anemia, alergias e má formação em fetos); Dióxido de Enxofre (redução do nível de vitamina B1 e mutações genéticas); EDTA (anemia e descalcificação); Fosfolipídios (arteriosclerose e aumento do colesterol); Nitritos e Nitratos (câncer de estômago e de esôfago) e Sacarina (câncer).

Aditivos Alimentares

Aditivos Alimentares

Ao contrário do que muitas empresas alimentícias possam falar, os aditivos alimentares podem atrapalhar a perda de peso, mesmo que algumas marcas de alimentos afirmem que eles não têm nenhum valor nutritivo. Os aditivos alimentares não são absorvidos pelo corpo, por não serem nutrientes e sim toxinas. Assim o processo de eliminação faz com que o corpo produza radicais livres, que podem atrapalhar a função digestiva e a perda de peso.

Para evitar tais problemas, saber a D.D.A, que é a Dose Diária Admissível, expressa em miligramas por quilo de peso corporal, que uma pessoa pode ingerir de aditivos sem sofrer efeitos secundários como atrapalhar a perda de peso, é fundamental. Para calcular a D.D.A de um determinado aditivo é preciso saber a D.D.A padrão do aditivo em questão. Por exemplo, o do E 304 (palmitato de ascorbilo) é de 1,25 miligramas por quilo de peso corporal.

Sabendo isso, é só multiplicar a D.D.A. do aditivo pelo peso do indivíduo. Por exemplo, a pessoa pesa 60 kg; então o cálculo é 1,25 x 60 kg. Assim o D.D.A do aditivo E 304 para um peso de 60 kg é de 75 mg de E 304, que pode ser consumido diariamente. No entanto, não é indicado atingir o máximo do consumo para evitar danos à saúde como a perda de peso.

Para reduzir o consumo de aditivos e auxiliar na perda de peso, alguns hábitos alimentares, como escolher produtos frescos e da estação; comer refeições feitas em casa e não industrializadas, que são ricas em nutrientes como proteínas, vitaminas e fibras, fazem toda a diferença.

Outras dicas são ingerir iogurtes naturais em vez de com sabor, pois para isso é preciso adicionar aditivos alimentares, prejudicando a saúde e a perda de peso. A conservação em vácuo ou pelo congelamento substituem os aditivos. A perda de peso acontece de forma mais rápida com a diminuição de aditivos, promovendo também uma vida mais saudável.

Recomendados Para Você:

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.