Dominio: saudenocorpo.com
Chave: 551eaec2ada22cab6158c5b90561a1f4a1415d7a
Hora do cache: 1479512799
Vida do cache: 1480808799
Status: 1
Mensagem: Licença válida
Chave do Pedido: 06edfff39384f069d6b8da8be1ebde6bffc7fa85
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top

Depressão psicótica

Os tipos de depressão são tão complexos quanto a doença em si e as alterações que elas realizam na própria saúde do indivíduo. Sendo assim, nesse artigo vamos conhecer um pouco mais sobre a depressão psicótica. A depressão psicótica, de uma forma geral, pode ser caracterizada como um transtorno que faz com que o paciente perca contato com a realidade. Nesse caso, ele começa a desconfiar do que está realmente acontecendo ou sobre quem ele é. Assim, os delírios são frequentes nesse tipo de depressão. Além disso, as alucinações também são frequentes nesse quadro da depressão, pelo qual o indivíduo pode ouvir, ver ou sentir coisas que na verdade são inexistentes.

No que diz respeito à saúde dos indivíduos diagnosticados com a depressão psicótica, podemos destacar que os índices tanto de mortalidade quanto de morbidade são mais altos do que outros tipos de depressão não-psicóticas. Por mais que seja muito comum o acontecimento de recaídas, ainda são poucos os estudos que mostram que o tratamento é realmente eficaz. Entre as características da depressão psicótica e suas alterações na saúde do indivíduo, devemos destacar que ela é também responsável por frequentes alterações de humor, além de alucinações onde o indivíduo não sabe quem é, aonde é, e se o que está acontecendo é real ou não.

Depressão psicótica

Sendo assim, entre os sintomas que podem ser percebidos na saúde do indivíduo com depressão psicótica, podemos destacar também a própria ilusão, onde os pensamentos do paciente são totalmente irracionais e os seus medos são frequentes, muitas vezes, por coisas que nem acontecem ou aconteceram. Os sintomas presentes na saúde envolvendo agitação frequente, ansiedade, hipocondria, imobilidade física, constipação, insônia, dificuldades de concentração e também intelectuais.

O que pode causar a depressão psicótica?

Entre os fatores que podem ser essenciais para o desenvolvimento de uma depressão psicótica, podemos destacar o uso frequente de drogas ilegais e álcool, tanto durante o uso como também durante a abstinência, tumores ou cistos no cérebro, casos de demência, como o próprio mal de Alzheimer, outras doenças de caráter generativas no cérebro, como é o caso do mal de Huntington ou Parkinson, infecções que afetem o cérebro, como o HIV, derrame e até mesmos outros problemas de saúde, como epilepsia.

Tratamento da depressão Psicótica

O tratamento da depressão psicótica exige um grande cuidado com a saúde do indivíduo, motivo pelo qual geralmente os pacientes são internados, para garantir a própria segurança da saúde dos mesmos. Além disso, medicamentos com drogas de caráter antipsicóticas também são comuns, já que estes são essenciais para fazer com que o indivíduo comece a reduzir os pensamentos delirantes, assim como as alucinações. Com esses remédios, tanto o comportamento quanto o próprio pensamento do indivíduo começam a ser regulados. Além disso, na depressão psicótica os indivíduos que estão fragilizados pela doença precisam de uma visitação médica e hospitalar totalmente frequente, evitando ainda mais problemas realizados a saúde tanto mental quanto física do indivíduo em questão. Em alguns casos, outros tipos de medicamentos também podem fazer parte do tratamento da saúde do paciente.

Pesquisas semelhantes

  • depressao psicotica

Recomendados Para Você:

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.