Dominio: saudenocorpo.com
Chave: 551eaec2ada22cab6158c5b90561a1f4a1415d7a
Hora do cache: 1480808842
Vida do cache: 1482104838
Status: 1
Mensagem: Licença válida
Chave do Pedido: 06edfff39384f069d6b8da8be1ebde6bffc7fa85
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top

Dieta do cérebro Nutrição para o cérebro

Você sabia que existe uma série de alimentos saudáveis que, além de promover diversos benefícios à saúde, também são capazes de nutrir o cérebro, contribuindo para o seu melhor funcionamento? É isso mesmo, a dieta do cérebro é baseada em nutrição saudável que aumenta o desempenho intelectual e faz parte de uma conclusão acerca de diversos funcionamentos dentro do sistema nervoso central. Como a região é naturalmente afetada com o envelhecimento do organismo, a dieta do cérebro pode ser importante, principalmente, para os idosos. Além disso, a dieta do cérebro também elimina o tipo de nutrição que faz mal à saúde cerebral.

Muitas pessoas pensam que a alimentação influencia apenas na saúde física, porém a dieta do cérebro veio para ressaltar a importância da nutrição cerebral, já que esta contribui para um melhor desenvolvimento da função cerebral, como a melhora na atenção e foco. Na saúde, a dieta do cérebro utiliza de alimentos nutritivos, ricos em vitaminas, minerais e outras composições benéficas. O pesquisador mais relevante na área é o médico norte-americano, Alan C. Logan, que lançou o livro ‘The Brain Diet’ a partir de pesquisas de saúde na Universidade de Harvard. Em alguns locais, a dieta do cérebro também é conhecida como a dieta da inteligência.

Dieta do cérebro

Dieta do cérebro

De acordo com o médico e autor do livro, na tradução ‘Dieta do Cérebro’, a obra trata da alimentação aliada à saúde mental e intelectualidade. Segundo o Dr. Logan, uma dieta desregrada é capaz de comprometer, com o tempo, a saúde de diversas funções cerebrais. Porém, a dieta do cérebro não se trata de um tipo de dieta que torna a pessoa mais inteligente, mas privilegia a nutrição a partir dos alimentos que são capazes de interagir, a partir de sua composição, com a melhora nas funções cerebrais. A dieta do cérebro poderia ajudar, por exemplo, nos aspectos de saúde dos indivíduos que se queixam de problemas como falta de memória e cansaço mental.

Segundo as pesquisas, problemas referentes às atividades cerebrais podem ocorrer devido à carência de nutrientes para o sistema nervoso central, que regula as atividades do órgão, sendo este o tipo de alimentação privilegiada na dieta do cérebro. Dentre os elementos que fazem parte da dieta do cérebro, está o selênio, encontrado em alimentos como brócolis, ovos, alho e cebola, a vitamina C, que pode ser encontrada em frutas como acerola, goiaba e laranja, além da vitamina E, a mais importante da dieta do cérebro, que proporciona diversos benefícios à saúde e está presente em alimentos como o gérmen de trigo, as amêndoas, o amendoim, entre outros alimentos. A dieta do cérebro promove, principalmente, este tipo de alimentação.

Nos casos em que o indivíduo se alimenta mal ou consome gordura animal em excesso, por exemplo, problemas de saúde cerebral podem surgir, pois a transmissão de informações, enriquecida com a dieta do cérebro, é afetada. Portanto, a dieta para o cérebro é bastante baseada na alimentação a partir de vegetais, já que a gordura vegetal facilita a transmissão de informações no cérebro, pois não são sólidas como as gorduras animais, mas líquidas. A dieta do cérebro não só promove a melhora do funcionamento cerebral, mas da saúde como um todo.

Recomendados Para Você:

1 Comentário

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.