Dominio: saudenocorpo.com
Chave: 551eaec2ada22cab6158c5b90561a1f4a1415d7a
Hora do cache: 1480808842
Vida do cache: 1482104838
Status: 1
Mensagem: Licença válida
Chave do Pedido: 06edfff39384f069d6b8da8be1ebde6bffc7fa85
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top

Fitoterapia – Plantas medicinais

Para entender qual é o conceito de fitoterapia, o método mais fácil é por meio da derivação dessa palavra do grego phitos, que quer dizer plantas. Enquanto isso, terapia nada mais é do que uma resignação para tratamento. Sendo assim, a fitoterapia consiste em uma técnica utilizada tanto para a prevenção, como também para o tratamento de doenças por meio de plantas medicinais. Esse é o método mais antigo e também fundamental da medicina desde o início dos tempos.

Sendo assim, a fitoterapia é capaz de curar e tratar doenças dos mais variados tipos por meio de ervas medicinais, sendo elas utilizadas para os mais diversos fins: para aliviar as dores, para melhorar condições físicas, para aperfeiçoar a movimentação ou a realização de outras atividades básicas da rotina humana e assim por diante.

A principal meta da fitoterapia é estimular, por conta própria, as defesas naturais do nosso organismo. Vale lembrar que esse tipo de método é bastante utilizado tanto nas comunidades indígenas e africanas, além de boa aplicação também em algumas partes do continente asiático.

No Brasil também é utilizada pelo SUS, baixe o pdf do SUS aqui:

A fitoterapia no SUS e o programa de pesquisas de plantas medicinais da central de medicamentos

Leia o pdf aqui!

Por mais que em alguns casos a fitoterapia seja considerada como uma terapia alternativa, a verdade é que ela faz parte do que conhecemos como medicina alopática. A ‘matéria prima’ para a criação de medicamentos fitoterápicos são as raízes, as folhas, o caule, as sementes, flores e outros que tem efeito farmacológico.

Ao apostar na fitoterapia e em suas plantas medicinais de maneira correta, a técnica pode ajudar a combater ou até mesmo prevenir doenças de caráter infecciosas, assim como doenças alérgicas, disfunções metabólicas, alívio de sintomas de doenças crônicas e melhora na condição dos mais variados traumas, sejam eles físicos ou psicológicos.

Vale lembrar que os métodos utilizados pela fitoterapia consideram as plantas medicinais em seus formatos caseiros, sendo elas preparadas principalmente por meio de chás ou de ultra diluições. Em casos limitados as plantas são também preparadas de forma industrializada, como por meio do extrato homogêneo de cada uma dessas plantas.

Fitoterapia - Plantas medicinais

Algumas plantas medicinais utilizadas para tratamentos de fitoterapia são bem conhecidas popularmente, como é o caso da amora, araçá e araçá-roxo, árvore do paraíso, aroeira vermelha ou aroeira salsa, cannabis, cafeeiro, angico do cerrado, babosa, bugreiro, cataia, canela ramo, canela imbuia, canela sassafrás, cuvatã, espinheira santa, cocão, cidreira brava, cerejeira, espirradeira, paineira, pata de vaca, mamão da cadela e mamão do mato e muitos outros.

Por fim, vale destacar que a fitoterapia nada mais é do que o estudo voltado para as plantas medicinais e todas as suas possíveis aplicações para garantir tanto a prevenção como a cura de doenças dos mais variados tipos.

Essas plantas medicinais, por sua vez, têm como principal característica a possibilidade de cura ou de alívio de sintomas causados por enfermidades. Antigamente (e presente até os dias de hoje em algumas comunidades mais rurais), as plantas faziam parte de tradições para o uso em remédios para um grande número de pessoas. No caso de fitoterápicos industrializados, vale lembrar que eles só podem ser utilizados em toda a extensão do território brasileiro caso sejam registrados pelo Ministério da Saúde – ANVISA, antes mesmo de dar início à comercialização.

Pesquisas semelhantes

  • ervas medicinais

Recomendados Para Você:

2 Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.