Dominio: saudenocorpo.com
Chave: 551eaec2ada22cab6158c5b90561a1f4a1415d7a
Hora do cache: 1480808842
Vida do cache: 1482104838
Status: 1
Mensagem: Licença válida
Chave do Pedido: 06edfff39384f069d6b8da8be1ebde6bffc7fa85
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top

Homens também precisam ficar atentos a saúde

Todo homem é seu próprio super-herói.  Acredita que é imbatível, indestrutível e imortal. Por isso acaba por negligenciar cuidados básicos com a saúde. Visitas ao médico são adiadas ou nunca marcadas. A alimentação sai do controle e acabam inevitavelmente doentes.

Inevitável apenas nesse momento, pois com cuidados e prevenção é possível passar a maior parte da vida sem nada além de uma gripe leve para se preocupar.

Parte dessa falta de cuidados com a saúde do homem advém de uma questão cultural. Enquanto as mulheres aprendem desde pequenas, que devem realizar exames fisicos periódicos, a maioria dos homens não recebe esse mesmo tipo de educação, por  se considerar o sexo forte. Têm uma crença de que o seu sistema imunológico é mais eficiente e portanto está menos propenso a doenças, dificultando assim a sua descoberta e prevenção, trazendo um risco maior a saúde do homem.

Outro fator é o preconceito masculino com relação a certos exames. Obviamente me refiro ao exame de  próstata que é realizado através do exame de toque retal. Enquanto as mulheres realizam o exame do câncer de mama periodicamente e têm a capacidade de realizar o auto-exame, muitos homens acabam por não realizar o exame da próstata. O que contribui para que esse câncer seja um dos mais comuns entre homens.

Homens também precisam se cuidar

Quando detectado precocemente, através do exame de toque e do exame de PSA, o câncer de próstata tem um índice de recuperação de 90%. Taxa que cai à medida que o câncer avança. Portanto quanto mais cedo for detectado maior a chance de recuperação.

Além do câncer de próstata, outra doença de alta incidência na saúde do homem são as doenças do sistema circulatório: Infartos e coágulos sanguíneos ainda são as principais causas de morte entre os homens, contribuindo para 26% dessas. Um índice acima de crimes e acidentes de trânsito. Além da falta de exames, a alimentação rica em gorduras, o tabagismo, o excesso no consumo de álcool e o sedentarismo contribuem para a alta incidência desses casos, que muitas vezes não apresentam sintomas, mas podem ser detectados através de check-ups e exames de sangue.

Esses fatores contribuem para que a expectativa de vida masculina seja menor que a feminina, mesmo com ambos tendo acesso aos mesmos cuidados médicos.

A prevenção de doenças é um assunto sério. Deve ser melhor abordado entre os homens. Ao vencer  o preconceito, poderá aumentar a sua expectativa de vida, vivendo por mais tempo e com muito mais saúde.

Recomendados Para Você:

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.