Dominio: saudenocorpo.com
Chave: 551eaec2ada22cab6158c5b90561a1f4a1415d7a
Hora do cache: 1480808842
Vida do cache: 1482104838
Status: 1
Mensagem: Licença válida
Chave do Pedido: 06edfff39384f069d6b8da8be1ebde6bffc7fa85
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top

O que é a Terapia Nutricional

Terapia Nutricional – A noção de que a alimentação está intrinsecamente relacionada com a saúde e a qualidade de vida é quase tão antiga quanto a própria humanidade. O grego Hipócrates, considerado o pai da medicina, já abordava o assunto, que só ganhou mais importância e relevância com o passar dos anos. Existe inclusive, algo chamado Terapia Nutricional, que você conhecerá em detalhes agora.

Como o próprio nome já nos sugere, a Terapia Nutricional consiste em um rigoroso acompanhamento nutricional como parte do tratamento de determinadas enfermidades. As doenças mais comuns que precisam desse tipo de terapia são as seguintes: obesidade, diabetes, doença celíaca, dislipidemias, hipertensão arterial, insuficiência renal, fenilcetonúria, cirrose hepática, constipação intestinal e outras.

Vale lembrar que, na maior parte dos casos, a Terapia Nutricional é um complemento ao tratamento. O nutricionista indica ao paciente quais são os alimentos que ele deve consumir e os que não, de acordo com a sua condição de saúde.

Existem dois tipos principais dessa terapia: a nutrição enteral e parenteral.

• Nutrição enteral

A nutrição enteral resume-se à ingestão controlada de nutrientes, que podem ser de forma isolada ou combinada, de acordo com as necessidades nutricionais do paciente. Na realidade, os casos mais comuns dessa terapia são os de nutrição enteral, quando o nutricionista realiza um diagnóstico para identificar os nutrientes dos quais a pessoa precisa para combater uma determinada doença, aliviar os sintomas ou evitar que ela se espalhe.

Terapia Nutricional

Nesse tipo de terapia nutricional, os nutrientes são administrados não só por via oral, mas também por sondas, gastrostomias e jejunostomia, dependendo do caso do paciente. Após uma cirurgia, por exemplo, quando ele está se alimentando por sonda, há um cuidado na seleção dos nutrientes que serão dados.

• Nutrição parenteral

A nutrição parenteral é um caso mais específico, no qual os nutrientes são introduzidos no organismo do paciente por via intravenosa. Nesse caso, é preparada uma solução de carboidratos, lipídios, aminoácidos, sais minerais e vitaminas, combinados de forma homogênea, para que possam ser injetados no paciente.

Essa modalidade é mais comum em casos de desnutrição, quando é preciso fazer uma reposição rápida e direta dos nutrientes no organismo.

A terapia nutricional, como conceito, deve fazer parte da vida de todas as pessoas, independente de sofrerem com alguma das doenças citadas, terem passado por uma intervenção cirúrgica ou estarem desnutridas. O que isso significa? Que todos devem pensar na alimentação como uma forma de manter e aprimorar a saúde como um todo, dando preferência para alimentos ricos do ponto de vista nutricional e sabendo combinar esses nutrientes.

É por isso que muitos procuram um nutricionista mesmo sem ter nenhum problema, para ter uma espécie de terapia nutricional preventiva. O nutricionista pode recomendar uma dieta de acordo com as características biológicas da pessoa, seu estilo de vida e o seu objetivo (emagrecimento, ganho de massa muscular, por exemplo), sempre pensando na saúde e na qualidade de vida em primeiro lugar.

Lembre-se sempre da frase que diz que “você é o que você come” e opte sempre por hábitos alimentares saudáveis.

Recomendados Para Você:

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.