Receba RECEITAS PALEOLÍTICAS em seu E-mail

Coloque seu e-mail...

O que é Bupropiona? e a Ação da Bupropiona no organismo

O que é Bupropiona?  Muita gente tem uma dificuldade enorme para largar certos vícios. O cigarro é com certeza um dos piores problemas de se deixar para trás, principalmente para quem começou a fumar muito cedo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a OMS, o tabaco é uma das drogas com maior potencial de viciar seus usuários, os índices chegam a ser maiores do que em pessoas que fizeram uso de cocaína e maconha.

Atualmente, já existem diversos métodos para ajudar a parar de fumar, ou diminuir os terríveis efeitos que a abstinência de nicotina provoca. Cigarros eletrônicos, chicletes de nicotina e até mesmo técnicas de acupuntura são utilizadas para ajudar pacientes a superar o difícil período em que o organismo reage violentamente a privação de nicotina.

Este artigo abordará os efeitos, benefícios e cuidados de um tratamento medicamentoso para quem deseja parar de fumar, a bupropiona.

O que é Bupropiona?

A bupropiona, também conhecida com bupropiom, foi inicialmente desenvolvida como um medicamento para o tratamento de depressão. O remédio age sobre a absorção de dopamina no cérebro, basicamente aumentando a presença desta substância no orgão. A dopamina é responsável pelas sensações de prazer e felicidade.Bupropiona

Os comprimidos foram retirados do mercado durante a década de 1980, quando ainda eram vendidos sob o nome de anfebutamona. O motivo da sansão foram os efeitos colaterais causados pelas altas doses do remédio, como convulsões.

Alguns anos depois a medicação foi reformulada e suas propriedades como antagonista nicotínico ficaram largamente conhecidas. A bupropiona age diretamente na região do cérebro responsável pela dependência, mesma área em que agem a nicotina e o álcool.

Abstinência

Os dependentes de nicotina, quando privados da substância, sofrem muito com os sintomas de abstinência. Pois, a nicotina age diretamente nas regiões do cérebro ligadas ao prazer, assim como a dopamina, que é produzida naturalmente pelo nosso organismo. Quanto o corpo identifica a queda de nicotina no cérebro desencadeia uma reação violenta, que faz com que o fumante busque desesperadamente uma fonte de nicotina.

A falta desta substância deixa vazios os receptores de dopamina, provocando quadros de irritação, falta de concentração e desespero. Muitas pessoas acham extremamente estranho que os efeitos da abstinência ocorram quando o fumante está apenas a poucas horas sem o cigarro, mas isso é comum. A nicotina é rapidamente metabolizada pelo organismo e não fica presente nele por mais de duas horas, por isso é normal que pessoas viciadas ascendam um cigarro atrás do outro.

Ação da Bupropiona no organismo

A bupropiona age no organismo do fumante inibindo a necessidade por nicotina e aumentando a concentração de dopamina no cérebro. Ou seja, o paciente que está fazendo uso desta medicação sofrerá menos com o período de abstinência, com diminuição da irritação, quadros depressivos e de desatenção.

Essencialmente, a bupropiona garantirá que o cérebro não sofra com grandes quedas nos níveis de dopamina. A ação deste remédio parece milagrosa, porém ele possui diversas contraindicações e só deve ser ministrado com acompanhamento médico. O candidato ideal para este tipo de tratamento é o fumante altamente viciado, que chega a consumir mais de 20 cigarros por dia. No consultório, o especialista também poderá usar outros testes para determinar o grau de vício e necessidade de fazer uso da bupropiona.

Pesquisas semelhantes

  • como agi o bupropiona

Participe, deixe seu Comentário!

Comentários:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.