Dominio: saudenocorpo.com
Chave: 551eaec2ada22cab6158c5b90561a1f4a1415d7a
Hora do cache: 1480808842
Vida do cache: 1482104838
Status: 1
Mensagem: Licença válida
Chave do Pedido: 06edfff39384f069d6b8da8be1ebde6bffc7fa85
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top

O que é o sonambulismo

O sonambulismo é um distúrbio do sono caracterizado pela realização de atividades durante o estado de sono. As pessoas que sofrem de sonambulismo se sentam em suas camas, andam pela casa e até se colocam em situações inusitadas e perigosas enquanto se encontram sonâmbulas.

O sonambulismo faz parte dos distúrbios chamados de parassonias, que acontecem principalmente durante a noite. O sonambulismo também pode apresentar sintomas mais complexos, como se vestir ou tirar a roupa durante o sono, ter relações sexuais, preparar alimentos, dirigir e até pular de janelas. São exatamente estes sintomas que preocupam no sonambulismo, pois podem comprometer a integridade física dos pacientes e até levar à morte em situações de alto risco.

Em geral, os episódios de sonambulismo duram de segundos até trinta minutos. Nessas condições, o ciclo de sono do sonâmbulo se encontra num estágio profundo, chamado não REM.

O sonambulismo costuma aparecer já na infância. As causas são desconhecidas, mas podem ter relação com a fadiga, a ansiedade, o uso de medicamentos, condições médicas especiais e complexas e pode até ser um sintoma de uma síndrome cerebral orgânica ou de distúrbios do comportamento. Qualquer pessoa pode apresentar o sonambulismo. Não existe limite de idade para a ocorrência do problema, mas, em geral, os primeiros sintomas aparecem entre os 5 e os 12 anos de idade.

Como age um sonâmbulo

Os sonâmbulos agem de uma maneira padrão. Os primeiros sinais da síndrome são sentar-se na cama durante a noite e falar durante o sono. Quando as pessoas estão em estado de sonambulismo, elas têm a tendência de caminhar e realizar atividades mesmo estando sem consciência das ações.

Em muitos casos, as pessoas parecem estar acordadas, mas estão dormindo profundamente. Alguns sonâmbulos podem mudar a mobília de lugar, ir ao banheiro e até ligar eletrodomésticos durante as crises. Existem relatos de pessoas que até dirigiram automóveis dormindo.

É comum que os sonâmbulos voltem para a cama naturalmente, caso não sejam perturbados. Os principais sintomas do sonambulismo são: comportamento desorientado, olhos abertos, falta de expressão facial, falta de recordações sobre as crises de sonambulismo, realização de atividades, fala durante as crises e movimentação estranha.

sonambulismo

sonambulismo

Geralmente, o sonambulismo se manifesta na terceira e na quarta fase do sono não-REM, estágios profundos de sono, que apresentam ondas baixas e poucos sonhos. A ocorrência de sonambulismo tem aumentado entre a população mundial ao longo dos anos, mas o problema atinge apenas 1% da população mundial na fase adulta. Entre as crianças, o índice fica em 40% na faixa etária de até 5 anos.

Uma curiosidade sobre o sonambulismo é que as frases que as pessoas falam durante as crises não costumam ter sentido. Sendo assim, os sonâmbulos não correm o risco de revelar segredos, senhas e informações importantes. Isso acontece porque os sonâmbulos estão ininteligíveis e não apresentam conexão com a realidade no momento de crise.

Acordar ou não acordar um sonâmbulo?

Muitas pessoas acreditam que um sonâmbulo pode realmente morrer se for acordado durante uma crise. Na verdade, isso não passa de um mito. Segundo especialistas, acordar um sonâmbulo não é recomenado, pois isso pode causar um estresse muito grande para o paciente. Contudo, esse ato não pode provocar a morte ou danos à saúde.

Ao acordar um sonâmbulo à força, ele ficará assustado, desorientado e reagir de forma violenta. O reais riscos do sonambulismo estão relacionados aos perigos que os sonâmbulos encontram em seu caminho enquanto estão dormindo. Os devaneios noturnos podem colocar as pessoas em situações perigosas.

Dessa forma, ao perceber que um sonâmbulo está andando de forma desorientada, não tente acordá-lo, mas fique atento aos movimentos para evitar que ele possa se machucar. Durante o sonambulismo, as pessoas perdem o controle, pois a mente está dormindo enquanto o corpo se mantém acordado.

Alguns sonâmbulos podem correr ou atacar outras pessoas durante as crises. É preciso ter cuidado para não acordá-los. Procure agir de forma controlada, equilibrada e silenciosa para manter o sonâmbulo em estado de sono profundo.

Quando procurar ajuda para um sonâmbulo?

O sonambulismo não é um distúrbio grave, mas pode ser perigoso. É recomendado buscar ajuda médica quando as crises de sonambulismo se tornam frequentes e expõem os pacientes a situações de risco extremo.

Se o sonâmbulo estiver realizando atividades perigosas, busque orientação com um especialista em distúrbios do sono. Dessa maneira, é possível evitar lesões durante o sonambulismo.

Tratamento para sonâmbulo

Existem alguns tratamentos que ajudam a amenizar os sintomas do sonambulismo. Se a pessoa com sonambulismo se mostrar muito confusa, perder o equilíbrio e se machucar, é possível procurar um médico que indique um tratamento eficaz. Isso não é uma regra, pois a maioria dos sonâmbulos não precisa de tratamento médico.

Para proteger as vítimas de sonambulismo é indicado adotar medidas de segurança, como mover móveis e objetos, esconder cabos elétricos, proteger as quinas das mobílias, retirar tapetes para evitar quedas e bloquear janelas, portas, portões e escadas durante a noite.

sonambulismo

sonambulismo

Algumas pessoas podem receber a indicação médica para o uso de calmantes e medicamentos fitoterápicos para ajudar a manter um sono tranquilo e auxiliar na redução dos casos de sonambulismo. Na maior parte dos casos, as crises de sonambulismo começam a desaparecer com o amadurecimento do sistema nervoso central.

Também é importante ressaltar que o sonambulismo não prejudica a qualidade do sono. O sonâmbulo não acorda durante as crises e, por isso, os episódios não atrapalham as noites e não causam cansaço no dia seguinte. O prejuízo só pode acontecer se as crises de sonambulismo acontecerem todos os dias da semana.

Procure um médico e faça um exame clínico para saber se o sonambulismo é resultado de alguma situação de estresse ou de fatores externos que possam prejudicar a qualidade do sono. Os médicos também podem indicar uma medicação para estabilizar o sono. O medicamento deve ser tomado por, no máximo, seis meses. O resultado esperado é que as crises de sonambulismo parem de acontecer depois de suspender a medicação.

Fique atento aos sinais do sonambulismo para descobrir se você apresenta essa síndrome do sono!

Pesquisas semelhantes

  • sonambolismo o que e exatamete

Recomendados Para Você:

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.