Receba RECEITAS PALEOLÍTICAS em seu E-mail

Coloque seu e-mail...

O que é reflexologia podal?

Dentro das alternativas naturais de combate às disfunções corporais, uma técnica muito conhecida dentro da cultura ocidental e que veio do oriente é a reflexologia podal. Na prática, ela utiliza princípios muito conhecidos em outras técnicas de controle às disfunções, dores e outros problemas, porém, seu grande diferencial é a capacidade de sintetizar problemas em todo o corpo a partir de um só ponto: os pés.

Embora muitas pessoas vejam com desconfiança a reflexologia podal, a verdade é que seus princípios, fundamentos e aplicações têm uma série de comprovações científicas, que explicam de maneira técnica a sua efetividade principalmente no controle de dores, doenças inflamatórias e disfunções dos mais variados tipos.

Vamos falar um pouco mais sobre a reflexologia podal e em como ela pode ajudar as pessoas a controlar uma série de problemas.

Entendendo a reflexologia podal

Para os gregos, a alma de uma pessoa estava em seus pés, portanto, era a partir dali que se originavam as dores e todos os problemas do corpo. Esta ideia foi levada a diante, e aprendemos que, na verdade, o que acontece é que os pés recebem uma série de terminações nervosas que passam por todo o corpo. Logo, o que percebemos é que os pés têm um mapa que reflete totalmente todos os pontos que existem no corpo.

reflexologia podal

Antes de qualquer coisa, é preciso entender que estas terminações nervosas acabam nos pés, logo, elas são mais sensíveis e perceptíveis nessa região, o que ajuda a conseguir identificar a causa da dor e tratá-la de maneira efetiva.

Na prática, enquanto a quiroprática trata das dores atuando no sistema nervoso ainda na coluna, a reflexologia podal trabalha em outro extremo deste sistema e, como ela tem acesso a todos os pontos, acaba que a reflexologia podal tem uma abrangência maior, podendo chegar a pontos mais profundos e resultados mais abrangentes. Dessa forma, podemos afirmar que as duas técnicas medicinais utilizam os mesmos princípios, mas aplicados de forma diferente.

Problemas tratados com reflexologia podal

Ainda hoje, estamos descobrindo novos problemas que podem ser tratados a partir da reflexologia podal. Porém, o que já temos certeza são as partes do corpo que podem ser trabalhadas a partir desta técnica. E por saber as partes do corpo, já temos certeza de uma vasta quantidade de problemas. Entre eles, destacam-se:

• Dores:
– Torcicolo
– Dor muscular
– Ciatalgia (dor no nervo ciático)
– Dores na coluna
– Dor de cabeça e enxaqueca
– Dor no estômago
– Dor de garganta

• Doenças Inflamatórias:
– Amigdalite
– Cistite
– Rinite
– Sinusite

• Disfunções ginecológicas e urogenitais:
– Cólicas menstruais
– Síndrome do ovário policístico
– Impotência Sexual
– Tensão pré-menstrual
– Menopausa

• Doenças Gastrointestinais:
– Azia
– Gastrite
– Hemorroida
– Constipação Intestinal (intestino preso e preguiçoso)
– Má digestão

• Outros:
– Vertigem ou tontura
– Depressão
– Ansiedade
– Insônia
– Zumbido no ouvido
– Asma

• Febre
– Infecções e feridas nos pés
– Inflamações agudas
– Trombose
– Gravidez (até o 3º mês de gestação)
– Diabetes descompensada
– Tromboflebite

Porém, é importante lembrar que tudo que a reflexologia podal trata pode agir de maneira conjunta, sendo que um tratamento com esta técnica tende a melhorar o funcionamento de outras partes do corpo.

Participe, deixe seu Comentário!

Comentários:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.