Dominio: saudenocorpo.com
Chave: 551eaec2ada22cab6158c5b90561a1f4a1415d7a
Hora do cache: 1480808842
Vida do cache: 1482104838
Status: 1
Mensagem: Licença válida
Chave do Pedido: 06edfff39384f069d6b8da8be1ebde6bffc7fa85
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top

Pressão alta – conheça algumas dicas para manter a hipertensão sob controle

A hipertensão, ou pressão alta – como é mais comumente conhecida, é uma doença silenciosa e que só costuma apresentar sintomas quando os seus níveis sobem exageradamente, o que é considerado um perigo, tendo em vista que quando não é tratada e controlada, este mal pode levar a óbito.

A doença está relacionada ao esforço exercido pelo coração para bombear o sangue para todo o corpo e também à força que o sangue faz ao passar pelas artérias. Quando os vasos pelos quais o sangue circula se estreitam ou estão entupidos, o coração é obrigado a trabalhar mais, o que pode, além de causar doenças do coração e ataques cardíacos, danificar as artérias e os órgãos que elas abastecem, como o próprio cérebro, causando AVCs (Acidente Vascular Cerebral).

Quando a pressão é considerada alta?

Um paciente é diagnosticado com hipertensão quando a sua pressão estiver igual ou acima dos 14 por 9. Neste caso a medição deve ocorrer em estado de repouso para que não haja alterações provocadas pelo estado de ânimo físico do indivíduo.

Hipertensão pelo mundo

Segundo dados apontados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a hipertensão causa a morte de mais de 9 milhões de pessoas todos os anos, sendo que aparece também como importante agente causador de derrames cerebrais e ataques cardíacos.

Informações de 2008 da mesma organização revelaram também que 40% do público adulto mundial acima dos 25 anos de idade apresentam o problema.

Hipertensão tratamentos

A pressão alta pode ser controlada por meio da adoção de uma rotina saudável, que vise em especial a uma reeducação alimentar. Caso a intervenção natural não surta efeitos nos valores da pressão, geralmente se receita medicamentos anti-hipertensivos.

Hipertensão na mesa e no dia a dia – o que se deve evitar?

Em primeiro lugar, deve-se reduzir os níveis do consumo diário de sal. Este componente alimentar pode elevar o volume sanguíneo, o que consequentemente eleva a pressão dentro das artérias pelas quais o sangue passa.

Devemos consumir menos de 5 gramas de sal ou menos de 2 gramas de sódio por dia (recomendações da OMS), nada mais que isso. Uma dica é observar a tabela nutricional dos alimentos. Não se engane com os produtos doces, pois eles também podem apresentar altas concentrações de sódio!

Evite frituras e adote alimentos mais leves como frutas e verduras.

Manter o peso é essencial. O sobrepeso é um fator de risco e um agravante para hipertensos.

Não fumar. O cigarro pode comprometer as artérias provocando o seu estreitamento provocando a elevação da pressão.

Tome os medicamentos indicados pelo médico. Eles devem ser administrados conforme prescrição médica e não devem ser ingeridos somente para baixar a pressão, senão para mantê-la sob controle constante.

Mantenha a pressão sob controle. Observe os seus níveis com periodicidade e apresente-os ao seu médico. Este deve avaliar se o tratamento e mediação prescrita estão fazendo bem.

Busque não se estressar. Um dica para que isto seja possível é por meio da prática de atividades físicas. Você estará fazendo dois bens para a sua saúde.

Ponha as dicas em práticas, não faça parte dos tristes índices relacionados á hipertensão.

Créditos: Sare Drogarias

Pesquisas semelhantes

  • pressão alta

Recomendados Para Você:

4 Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.