Dominio: saudenocorpo.com
Chave: 551eaec2ada22cab6158c5b90561a1f4a1415d7a
Hora do cache: 1480808842
Vida do cache: 1482104838
Status: 1
Mensagem: Licença válida
Chave do Pedido: 06edfff39384f069d6b8da8be1ebde6bffc7fa85
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top

Transtorno depressivo maior

Quando se fala nos males que atacam a saúde humana, é comum pensar apenas em doenças que interferem no corpo. No entanto, alguns transtornos prejudicam a saúde da mente e entre os exemplos mais recorrentes está o Transtorno Depressivo Maior. Você já ouviu falar dele? O Transtorno Depressivo Maior pode ser classificado como o estágio mais avançado da depressão, ou seja, quando alguém está com esse transtorno apresentará mais sintomas depressivos e eles tendem a ser mais intensos também.

O Transtorno Depressivo Maior que interfere diretamente na saúde psicológica e indiretamente na saúde física, pode ser tanto resultante de uma situação traumática específica quanto se desenvolver ao longo do tempo, em consequência dos problemas enfrentados no decorrer da vida. Normalmente, quando uma pessoa é diagnosticada com Transtorno Depressivo Maior, isso significa que ela viveu uma série de quadros depressivos.

É importante ressaltar que o Transtorno Depressivo Maior e a própria depressão, são diferentes de uma tristeza esporádica, que afeta todas as pessoas. No entanto, quando essa tristeza se prolonga, juntando-se a outros sintomas e prejudicando a saúde e a qualidade de vida da pessoa, provavelmente trata-se de uma doença. O Transtorno Depressivo Maior apresenta sintomas como o sentimento de vazio e humor deprimido; perda de prazer e interesse por diversas atividades; fadiga em excesso; ideação suicida e outros.

Transtorno depressivo maior

Transtorno depressivo maior

Os portadores de Transtorno Depressivo Maior também percebem desequilíbrio no sono: ou dormem demais ou muito pouco. A perda da fome ou o apetite exagerado também são sinais desse problema, que provam que o Transtorno Depressivo Maior é muito prejudicial para a saúde do organismo. Afinal, comer ou dormir demais ou de menos, acaba acarretando uma série de outros problemas.

Normalmente, quando esses sintomas (e alguns outros) aparecem na maior parte do dia, todos os dias, durante duas semanas consecutivas, já é provável que a saúde da pessoa esteja sendo alterada pelo Transtorno Depressivo Maior, justamente pelo fato de que não se trata mais apenas de uma tristeza, mas sim de algo que está prejudicando a vida e a rotina daquele paciente. O tratamento adequado do Transtorno Depressivo Maior faz com que a pessoa possa voltar à sua vida normal.

Por falar em tratamento, o primeiro passo quando alguém se percebe com alguns dos sintomas citados, é procurar um médico, pode ser um neurologista, que poderá confirmar se realmente se trata de um quadro clínico de Transtorno Depressivo Maior. Existem basicamente três possibilidades de tratamento, que trazem de volta a saúde do indivíduo, são eles: os medicamentos, psicoterapia ou a eletroconvulsoterapia.

O importante é não acabar com a sua saúde pela falta de tratamento. Um quadro depressivo como esse é uma doença grave, mas que pode se revertido. Assim como você cuida da saúde com atividades físicas e procurando levar uma alimentação balanceada, cuide também da saúde da sua mente, do seu estado psicológico. Esteja bem consigo mesmo e se perceber que aquela tristeza e sentimento de “fossa” já está persistindo muito, indo além da normalidade, procure ajuda o mais rápido possível.

Recomendados Para Você:

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.